Blind Faith

Published on by Wandique

O "encerramento" do Cream (pois houve até um concerto final no glorioso  Royal Albert Hall) levou os fans do Clapton a especular qual seria o próximo passo do guitarrista. Será que ele partiria para o esperado album solo? Afinal ele havia substituído sua Fender Telecaster para a Stratocaster (até os dias de hoje; ver diferenças entre as guitarras aqui) e isso significava uma guinada no tipo de música (segundo ele por "influência do Buddy Holly e Buddy Guy). Como ele não tinha diferenças com o Baker, chamou o Winwood e o Grech e isso resultou nesse album (também) indispensável para se compreender os pontos de inflexão entre a década de 60 e a de 70 (todo o mundo se lembra do fim dos Beatles mas não do fim do Cream). Foi o único album do grupo, aparentemente não era bem isso que o Clapton queria mas valeu o esforço. Devido às poucas músicas inéditas, durante os concertos, eles tiveram que recorrer às "antigas" do Cream o que contrariava a intenção do Clapton em ser reconhecido como músico e não só como instrumentista. Os concertos eram abertos por Delaney & Bonnie e o guitarrista foi atraído pelo trabalho deles, que sabemos ter sido uma mistura de soul e blues. Ao término da turnê americana do Blind Faith  ele se juntou aos "Friends" resultando no album "Delaney & Bonnie and Friends on tour with Eric Clapton". O Blind Faith  nos deixou um belo album apesar do filler "Do what you like".

Lançado em Agosto de 1969

Lado A

1) Hard to Cry Today

2) Can't find my way home

3) Well allright

4) Presence of the Lord

Lado B

1) Sea of Joy

2) Do what you like

Blind Faith

Published on Blind Faith, UNICO

Comment on this post