St. Vincent - Actor

Published on by Wandique

 

Existem muitos cantores e cantoras e existe um paradoxo tecnológico: na medida em que a internet possibilitou um maior acesso às informações mais dificuldade temos em obtê-las. Talvez exista uma gestalt da internet ! Como é virtualmente impossível saber o realmente se passa no mercado musical mundial após garimpar um pouco encontro algo ou alguém que me parece interessante. Encontrei St. Vincent. O nome da artista é uma proposta (ou um projeto como dizem) por si só. A música dela idem. Creio que esse tipo de experimentação começou com a Björk. De uma certa maneira ela pode ser vista (e ouvida) como um legado da Björk, da mesma maneira que os Tindersticks são um legado do Roxy Music. Dizer que St. Vincent é a vanguarda da música vocal feminina experimental é uma suposição temerária partindo do pressuposto da infinita diversidade e infinitas combinações (IDIC) que hoje dispomos no universo da música. Quando seguro em minhas mãos um disco "diferente" sempre penso que se ele existe é porque existe um mercado consumidor, tanto que o comprei (não me venha com essa de "baixar", isso é para "acumuladores" de arquivos). Está bem, foi por curiosidade que o comprei mas se não fôssemos curiosos estaríamos ainda ouvindo Black Keys. Sejamos ousados. Me parece que as pessoas estão tão ocupadas (não consigo precisar exatamente com que) que perderam a curiosidade e ousadia. A ocupação das pessoas passou a ser uma busca frenética de algo que não se sabe o que é pois ainda ninguém achou. Um amigo me disse que a TV destruiu o mundo (no relacionamenteo entre as pessoas). A tecnologia na sua ânsia de facilitar nossas vidas está complicando tanto que, por sobrevivência, descomplicamos (omitindo) algumas das nossas características que, num passado não muito distante, eram consideradas primordiais em detrimento do desenvolvimento da própria tecnologia. Assim o circulo se fecha : a cobra comendo o próprio rabo. E aí aparece alguém como a St. Vincent e as pessoas acham que a música dela é estranha com jeito esquisito, indigesta, e o escambau. Para vocês verem como tudo isso é complicado imagino que não é nada disso, talvez eu esteja sendo muito condescendente com a preguiça (disfarçada de pressa e falta de tempo) que assola nossas vidas. Mas a menina está aí, impávida, catita e gentil cantando para ela mesmo. Vamos aproveitar enquanto ela está vendendo seus discos.  

Lançado em Maio de 2009

Lado A

1) The strangers

2) Save me from what I want

3) The neighbor

4) Actor out of work

5) Black Rainbow

6) The sequel

Lado B

1) Laughing with a mouth of blood

2) Marrow

3) The bed

4) The party

5) Just the same but brand new

St. Vincent - Actor

Published on St. Vincent, UNICO

Comment on this post