"Heroes" - David Bowie

Published on by Wandique

 

Fripp, Eno, Bowie (a verdadeira trilogia de Berlin)

Como todos sabemos houve a Trilogia de Berlin ("Low", "Heroes" e "Lodger" ) e tudo o que veio depois disso para o Bowie e para o rock. A referencia à Guerra Fria é direta e nos parece óbvia (atualmente, depois que o muro caiu) e tudo o que essa guerra esfriou nos corações e mentes de toda uma geração. O título do disco é assim mesmo, com aspas - como é possivel ser um herói num mundo dividido e a vergonha está do outro lado do muro ? O muro era uma materialização da paranóia do pós-guerra. O muro caiu mas a paranóia ficou.

Todo o album é cinzento (a capa é em branco-e-preto). A música é densa, sem dó nem piedade. Esse não é um disco para amadores. É claro que o Brian Eno e o Fripp estão presentes (o Bowie sempre foi profissional). A influência do Kraftwerk e do NEU! transparece mas a música ainda é David Bowie (o krautrock pode parecer primitivo atualmente mas foi onde tudo começou em termos de popularização da música eletrônica). Mas sem precisar de muita análise (ouçam ouçam!) as faixas instrumentais, são músicas densas, indigestas até, mas mostram o que era uma cidade dividida. "Heroes" é isso, um casal se encontra "no" muro - que impede o acesso físico mas não o emocional (esse muro emocional só seria derrubado em 1982 com o "The Wall" do Pink Floyd, mas isso trataremos num post futuro).

Lançado em Outubro de 1977

Lado 1

1) Beauty and The Beast

2) Joe The Lion

3) "Heroes"

4) Sons od the Silent Age

5) Blackout

Lado 2

1) V-2 Scheneider

2) Sense of doubt

3) Moss Garden

4) Neukoln

5) The Secret Life of Arabia

"Heroes" - David Bowie

Published on David Bowie

Comment on this post